Nesse espaço

Textos psicografados, romance, Umbanda, Espiritismo compõem a tônica do A Alma das Coisas.
By
Annapon ( escritora e blogueira )

Romance Mediúnico

A Missão das Quatro Estações

Olá amigos leitores do "A Alma das Coisas"! O blog está com uma novidade, romance mediúnico totalmente gratuito. Esse é mai...

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Pomba Gira Dama da Noite (uma grata visita)





Nov/2016

Relato compartilhado com os irmãos da Casa do Vovô Benedito onde aconteceu o atendimento abaixo citado.


Ontem a noite, ao me deitar, passados mais ou menos cinco minutos, senti forte perfume em meu quarto. Cheguei a cheirar minhas mãos, pensando que, talvez, fosse o perfume do sabonete, mas, não era. O aroma impregnava o quarto inteiro. Apesar de forte, o perfume era agradável.

Resolvi então, silenciar minha mente para entender o que na verdade estava acontecendo.

Vale lembrar que meu estado era de total vigília neste momento.
Ao me aquietar, vi uma flor branca, muito bela próxima ao meu rosto, depois da flor quem apareceu foi uma bela mulher, vestida de preto, cabelos muito bem penteados e claros que me disse o seguinte:
"Sou a Dama da Noite e estou aqui para agradecer a você e a Tranca Ruas pelo atendimento realizado em beneficio de um protegido meu".
Agradeci profundamente pela visita e a meu pai e mestre Tranca Ruas que me recomendou compartilhar essa história com vocês e lhes dizer as seguintes palavras:


" Todo médium comprometido com o bem dentro da Lei de Pemba, pode passar por uma experiencia como essa. A perseverança e a fé tudo alcançam. Tenham certeza que todos os Exus, Pombas Giras e Mirins, agradecem muito quando são bem orientados, acolhidos e acompanhados por outros guardiões Exus, seus tutelados.Muitas das vezes são induzidos a buscar tal atendimento dentro de outra realidade para que assim, tutor e tutelado possam novamente se aproximar e continuar seu trabalho nesta jornada. Salve a senhora Pomba Gira Dama da Noite, uma verdadeira guardiã da Luz". 


Tranca Ruas das Almas


Eventos como o ocorrido são muito especiais e gratificantes, portanto, esquece-los é bem difícil. Por conta dessa minha "dificuldade", é claro que passei o dia lembrando, buscando detalhes e fixação em minha memoria e vejam só o que aconteceu:

Num determinado momento do dia, quando estava bem distraída, ouvi a seguinte história narrada pela senhora Dama da Noite:


" Ardemos por várias vezes em nossas vidas; ardemos nas fogueiras e nas paixões. Por várias vidas erramos mais que acertamos e fomos privados da liberdade padecendo em carceres que não apenas aprisionavam nossos corpos, mas, principalmente, nossas almas. Numa dessas vidas de poucos acertos, padeci da morte em vida aprisionada. Nada fazia mais sentido, nem o dia, nem a noite, tampouco a mudança das estações fazia diferença, pois eu vivia a escuridão constante, porém, algo havia que me fazia lembrar que ainda existia em mim humanidade, não naquele corpo, mas na alma que dentro dele habitava, era o perfume que exalava uma certa flor que só se abria durante a noite. Da minuscula janela do carcere, eu podia, as vezes, ver a lua clareando a noite e no ar o doce, marcante perfume daquela flor que me fazia lembrar, de certa forma, que Deus ainda existia, que além daquela escuridão, algo de muito bom e belo ainda existia e assim eu me sentia um pouco humana. Um dia, livre daquele corpo, certamente eu visitaria o jardim e buscaria pela Dama da Noite que me fazia companhia e que não permitia que me esquecesse completamente de mim e de Deus".

Pomba Gira Dama da Noite

Annapon

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog