Nesse espaço

Textos psicografados, romance, Umbanda, Espiritismo compõem a tônica do A Alma das Coisas.
By
Annapon ( escritora e blogueira )

Romance Mediúnico

A Missão das Quatro Estações

Olá amigos leitores do "A Alma das Coisas"! O blog está com uma novidade, romance mediúnico totalmente gratuito. Esse é mai...

domingo, 9 de setembro de 2012

Espíritas X Apometria




Espíritas X Apometria

É impressionante o alvoroço que a Apometria vem causando no meio espírita.
Logo esse meio que abrigou por anos a fio a confiável e lúcida presença do Dr.Lacerda, organizador da técnica Apométrica que, ao contrário do que muitos pensam, não é uma técnica nova.
Usada pela espiritualidade há muito tempo, foi novamente “revelada” ao Dr. Lacerda para que ele, fiel trabalhador espírita, na época, a organizasse de forma tal que pudesse ser ferramenta de trabalho em toda casa, espírita ou espiritualista.
Talvez a razão de todo esse alvoroço se prenda ao fato de que, como técnica, não pertença nem seja inerente a nenhuma religião ou Doutrina, flexível, se encaixa perfeitamente onde haja fé e boa vontade para que seja utilizada, portanto, em todas as casas que crêem na reencarnação e na sobrevivência do espírito após a morte física.
A Apometria pode ser utilizada como ferramenta de auxílio em casos, por exemplo, de obsessão complexa.
Temos visto, com pesar, pessoas “atacando” a Apometria tão “convictas” que tememos pelo bom senso de grupos inteiros que se deixam conduzir por palavras de alguém que acumulou títulos na Terra colocando-se no direito de denegrir o que mal conhece numa tentativa de se valer de seu questionável conhecimento cientifico.
Baseado tão somente em seu ego que, aliás, é massageado e ostentado por um pequeno grupo espírita, esse cidadão, claramente, rebaixa a memória do Dr. Lacerda e todo o cabedal científico do mesmo que foi em vida, e sabemos que ainda é, onde quer que esteja, um homem estudioso, integro, além de médico e espírita convicto que deixou um legado de amor àqueles que lhe compreenderam o trabalho e a devoção com a qual se dedicou às causas nas quais acreditava.
É triste pensar que todo esse alvoroço e ataque se devam ao fato da abertura que o Dr. Lacerda deu à Umbanda como religião irmã e forte aliada da Apometria.
De forma “velada” e nas entrelinhas, tal postura do Dr.Lacerda, flexível e compatível com os novos tempos, seja mesmo o que tem causado tamanho desconforto aos espíritas que, ao contrário do codificador Kardec, se acomodam em suas crenças.
Não bastasse tudo isso, ainda caçoam, numa atitude completamente contrária ao Evangelho tão pregado e mal vivido, daqueles que têm outra forma de trabalhar e se relacionar com a espiritualidade. Lamentável.
Dizer que a Apometria é uma técnica nova não é verdade, mas a língua maldosa e afoita de alguns, sem ao menos se darem ao trabalho do estudo, mesmo que superficial, assim a rotulam.
E o mais triste de tudo é que essas pessoas “posam” de fiéis escudeiros do Espiritismo quando, na verdade, nos fazem lembrar, e muito, os inquisidores de outrora rodeados por pessoas de pouco raciocínio e personalidade.
Ouvi certo orador “espírita” dizer que a “preocupação” dos espíritas, com relação à Apometria, se liga ao fato de que essa técnica, segundo ele, nada prova ou comprova quando expõe suas bases matemáticas, porém, ao mesmo tempo se contradiz dizendo que “talvez” outros matemáticos e físicos possam ter opiniões que atestem as teorias do Dr. Lacerda.
Para os trabalhadores médiuns de Apometria, comprometidos com o bem e com o amor ao próximo, fórmulas matemáticas, ou equações complicadas, nada importam, nem tampouco qualificam/habilitam o médium a trabalhar com a técnica.
Voltando ao orador, o que me impressionou em seu discurso, mascarado de bom moço, foi a ênfase que deu à preocupação dos espíritas com relação à Apometria.
Será possível que a técnica os ameasse tanto?
Em que, afinal, se baseia essa preocupação?
Seria pelo fato de o Dr. Lacerda ter sido espírita fervoroso e simpatizante Umbandista?
Ou incomoda o fato de a técnica estar sendo absorvida por muitas pessoas que comprovam a sua eficácia?
Sinceramente não entendo essa “preocupação” a não ser pelos pretensos defensores da “pureza doutrinária” que assim agindo vão pela contra mão dos ensinamentos do codificador.
Realmente é confuso e contraditório o assunto levantado por leigos.
Penso que, se Kardec estivesse entre nós, nesse momento, seria o primeiro a investigar, com muita cautela e propriedade, o “fenômeno” Apometria e certamente, em pouco tempo, concluiria que Apometria não é uma aula de física que consta em currículo escolar, como apresentou o orador em questão buscando assim denegrir a técnica e a pessoa do Dr. Lacerda se valendo apenas e tão somente de fórmulas matemáticas para uma platéia, provavelmente, leiga nos dois assuntos que, tal qual marionetes conduzidas por mãos hábeis no controle dos sem vontade, reagiu com aplausos calorosos.
Triste e lamentável reação.
Do alto do seu “conhecimento”, por várias vezes o orador se referiu às fórmulas do Dr.Lacerda como absurdos, porém faz citações tão ou mais absurdas que as por ele colocadas.
Convém a quem tiver interesse, que estude e pratique Apometria, única maneira de conhecer melhor a técnica.
Para compreender a Apometria é necessário que se tenha a mente aberta e a vontade, sempre em ação, de aprender sem amarras dogmáticas ou doutrinárias, apenas observando e, com o tempo, comprovando sua autenticidade.
Para nós, médiuns trabalhadores de Apometria, fórmulas e ciências exatas não nos interessam, pois o que nos move é o estudo do Evangelho, a fé e a vontade de sermos úteis aos nossos irmãos encarnados e desencarnados.
O que nos fortalece é a espiritualidade e não fórmulas frias cabíveis de contestação.
Teoria não é tudo. A prática se revela muito maior.

Anna Ponzetta
06.09.2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog