Nesse espaço

Textos psicografados, romance, Umbanda, Espiritismo compõem a tônica do A Alma das Coisas.
By
Annapon ( escritora e blogueira )

sábado, 21 de janeiro de 2017

A Missão das Quatro Estações




Olá amigos leitores do "A Alma das Coisas"!
O blog está com uma novidade, romance mediúnico totalmente gratuito e publicado, semanalmente, em capítulos.
Esse é mais um presente a você, leitor amigo, que aprecia romances mediúnicos.
Essa estória é meu segundo trabalho de psicografia totalmente inédito e agora disponível aqui no blog.
Espero que curtam a experiência e que a estória os emocione assim como emocionou a mim ao escrevê-la.
Frei Leonardo é um espírito muito doce, uma presença suave e tranquila que nos trouxe esse romance para que pensemos sobre nossas vidas e relacionamentos de forma mais madura e equilibrada, pois, a vida continua e o amor jamais se acaba.
Desde já agradeço a você, amigo leitor, na esperança de que a leitura seja agradável e possa, de alguma forma, ajudá-lo a caminhar pela vida mais seguro e amoroso, assim como grato a Deus por absolutamente tudo.
Annapon

Sinopse:

Romance mediúnico transmitido pelo espírito de Frei Leonardo.

Bélgica, 1917.

A jovem Ananda é encontrada aos pés de um penhasco gravemente ferida. No hospital, todas as tentativas são feitas para salvar sua vida, porém, ela não resiste.

O Reverendo Nicos, amigo da família e pároco da cidade, ao receber a noticia do acidente, imediatamente vai ao hospital, lá permanecendo para apoiar os pais da jovem antes da constatação de sua morte.
Impaciente, o Reverendo pede ao médico para ver a menina e é atendido. Ao entrar na sala onde Ananda estava um fato surpreendente ocorre. O Reverendo viu, simultaneamente, o corpo de Ananda no leito, inerte, e seu espírito que com ele falou. Apavorado, o Reverendo volta correndo para a sala do médico e pede a ele que vá sem demora verificar o estado de saúde da menina.

Ao fazer isto, o médico constata e confirma sua morte.

A morte de Ananda choca a todos os habitantes daquela cidade. A polícia passa a investigar a morte de Ananda baseada nos depoimentos dos homens que tentaram salva-la levando-a ao hospital. Eles relataram ao delegado que Ananda segurava um chapéu nas mãos quando a encontraram e, que este chapéu, com certeza, pertencia a seu pai.
O pai de Ananda passa a ser então o principal suspeito pela morte da menina, mesmo porque, a hipótese de acidente não condizia com o conhecimento que Ananda tinha daquele local.

Quanto mais a polícia investigava, mais recaiam sobre o pai de Ananda as suspeitas e, diante de tais fatos, Henry, o pai, acaba por ser preso.

No plano espiritual, Ananda, que já estava esclarecida sobre a sua nova condição de vida, sofre com a prisão do pai, pois, crê na sua inocência e em seu amor por ela.
Diante da situação, Ananda busca ajuda e é atendida, porém, existe uma condição: Seu tempo em missão na Terra não poderia ultrapassar o de Quatro Estações, após este espaço de tempo, ela deveria retornar ao mundo dos espíritos, nada mais podendo fazer.

Ananda aceitou o desafio agradecida e mais dois espíritos amigos, a ela se juntam nesta missão; a Missão das Quatro Estações que tem por principal objetivo provar a inocência do pai de Ananda.

A medida em que o romance avança, os missionários das Quatro Estações reúnem forças junto aos espíritos encarnados, influenciando-os a colaborarem com a equipe.

Um dos fatos marcantes do romance é a atuação como advogada do pai de Ananda, da personagem Ava, pois, naquela época as mulheres davam inicio à sua emancipação e, advogadas eram poucas, sendo assim, Ava teve de enfrentar preconceitos dos mais diversos, inclusive o de seu próprio cliente.

O romance é envolvente, emocionante. Fala de justiça, fé, coragem e esperança.

Segredos da vida pessoal dos personagens são revelados de forma surpreendente, mas, que no fundo, são lições de vida. Lições de erros e acertos aos quais todos nós estamos sujeitos.

A missão das Quatro Estações passa a ser para o espírito de Ananda, um valioso aprendizado.

A colaboração que todos podemos prestar aos espíritos missionários, fica evidente neste romance que conta com alguns personagens auxiliares de grande valor para o mundo espiritual, por exemplo: o Reverendo Nicos e a negra Ambrozina, criada da advogada Ava e conhecedora de curas espirituais valiosíssimas.

O intercâmbio entre o mundo espiritual e o carnal é o tema principal deste romance de final emocionante.

As fraquezas dos seres humanos, bem como suas forças, são colocadas de forma a fazerem com que o leitor reflita sobre muitos assuntos.

A missão das Quatro Estações é uma lição de valores espirituais profundos que toca almas sensíveis que creem na continuidade da vida após a morte e na Justiça Divina acima de tudo.



segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Por que o amor chamou

Resultado de imagem para reencarnação almas gemeas


Por que o amor chamou eu regressei, tinha em mente tanta coisa, mas esqueci e nem te reconheci quando te vi. Só senti algo diferente, um não sei que de alegria, misto de saudade, não sei.

O fato é que a vida nos chama, nos coloca frente a frente de volta, mas, e agora? faço o que?

Estamos aqui e aqui é muito diferente, essa Terra é cruel, ora nos aproxima, ora nos distancia mais uma vez e a gente não entende o que afinal viemos fazer.

Mas, se por amor eu regressei, por amor hei de viver embora saiba que o tempo será de provas, que nem sempre o alcançarei nem tampouco ao meu lado você caminhará todos os dias.


Teremos de vencer muitos obstáculos. O mesmo amor que nos trouxe, há de nos levar de volta, porém, só vencerá se passarmos por mais esta prova.


E que sosseguem nossos corações, pois foi o amor que nos trouxe de volta e de volta nos levará quando o silencio da mente chegar e os olhos aqui se cerrarem para novamente se abrirem lá onde habita a paz!


Inspiração sobre reencarnação (ditado por Maria Inês/espirito de uma jovem)


Annapon

domingo, 25 de dezembro de 2016

O "A Alma das Coisas" deseja aos amigos e leitores, um bom 2017




Olá amigos, irmãos de jornada!

Em abril de 2011 criei esse blog a fim de compartilhar bom conteúdo sobre as questões da alma.
Consegui, ao longo desses 05 anos de trabalho, reunir aqui, neste espaço, bons textos sobre espiritualidade sempre buscando autores e sites de credibilidade para que juntos possamos nos esclarecer acerca do Universo paralelo ao nosso e sobre como lidamos com nossa própria espiritualidade/mediunidade.
Sou Umbandista. Estive estudando/estagiando, durante 09 anos, numa casa Kardecista. Aprendi muito com o estudo da Doutrina e sigo no aprendizado que nunca cessa, sempre há algo novo a aprender e questões mal assimiladas a serem revistas, sempre.
O objetivo deste post é agradecer a todos pela companhia, sem vocês esse blog não existiria, portanto, a cada um agradeço de coração e desejo que o novo período de 365 dias que em breve chegará, seja um bom tempo para todos nós mesmo que tenhamos que lutar muito para nos mantermos num país com tantos problemas e desafios.
Que não nos falte fé, coragem, determinação. Que nossos protestos sejam lúcidos, equilibrados e principalmente não primem pela violência, seja verbal ou de qualquer outra forma, pois, isto, definitivamente, não nos levará a lugar algum.
Que a tecnologia, as redes sociais, sejam bem aproveitadas na promoção do bem e da paz e, toda vez que expressarmos a nossa opinião, tenhamos em mente que sempre haverá alguém pensando diferente, portanto, vamos nos respeitar, do contrário todo esse avanço tecnológico nos esmagará, sufocara. 
Espero, sinceramente, que o "A Alma das Coisas", tenha colaborado, de alguma forma, com o esclarecimento, com a paz e com o bem durante todos esses anos que está no ar, pois é este meu mais sincero objetivo.
Vamos seguir caminhando juntos! De minha parte, posso dizer que darei continuidade a esse trabalho sempre com muita alegria e satisfação, mesmo porque conto com todos vocês, leitores queridos, para realiza-lo.
Sintam-se a vontade para sugerir textos, sugiram nos comentários dos posts e conforme seja possível, atenderei aos pedidos.
Grata por mais esse ano de parceria e que venha 2017 com muitas bençãos, proteção e amparo a todos nós!
Aproveito a oportunidade para agradecer a todos os leitores das obras que psicografei, muito obrigada pelo carinho e confiança! Espero ter novidades em breve e seguir contando com o apoio de todos vocês!
Felicidades, saúde e sorte a todos nós!

Annapon

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Pomba Gira Dama da Noite (uma grata visita)

Resultado de imagem para dama da noite flor significado




Nov/2016

Relato compartilhado com os irmãos da Casa do Vovô Benedito onde aconteceu o atendimento abaixo referido.


Ontem a noite, ao me deitar, passados mais ou menos cinco minutos, senti forte perfume em meu quarto. Cheguei a cheirar minhas mãos, pensando que, talvez, fosse o perfume do sabonete, mas, não era. O aroma impregnava o quarto inteiro. Apesar de forte o perfume era agradável.

Resolvi então, silenciar minha mente para entender o que na verdade estava acontecendo.

Vale lembrar que meu estado era de total vigília neste momento.
Ao me aquietar, vi uma flor branca, muito bela próxima ao meu rosto, depois da flor quem apareceu foi uma bela mulher, vestida de preto, cabelos muito bem penteados e claros que me disse o seguinte:
"Sou a Dama da Noite e estou aqui para agradecer a você e a Tranca Ruas pelo atendimento realizado em beneficio de um protegido meu".
Agradeci profundamente pela visita e a meu pai e mestre Tranca Ruas que me recomendou compartilhar essa história com vocês e lhes dizer as seguintes palavras:
" Todo médium comprometido com o bem dentro da Lei de Pemba, pode passar por uma experiencia como essa. A perseverança e a fé tudo alcançam. Tenham certeza que todos os Exus, Pombas Giras e Mirins, agradecem muito quando são bem orientados, acolhidos e acompanhados por outros guardiões Exus, seus tutelados.Muitas das vezes são induzidos a buscar tal atendimento dentro de outra realidade para que assim, tutor e tutelado possam novamente se aproximar e continuar seu trabalho nesta jornada. Salve a senhora Pomba Gira Dama da Noite, uma verdadeira guardiã da Luz". Tranca Ruas das Almas





Eventos como o ocorrido são muito especiais e gratificantes, portanto, esquece-los é bem difícil. Por conta dessa minha "dificuldade", é claro que passei o dia lembrando, buscando detalhes e fixação em minha memoria e vejam só o que aconteceu:

Num determinado momento do dia, quando estava bem distraída, ouvi a seguinte história narrada pela senhora Dama da Noite:





" Ardemos por várias vezes em nossas vidas; ardemos nas fogueiras e nas paixões. Por várias vidas erramos mais que acertamos e fomos privados da liberdade padecendo em carceres que não apenas aprisionavam nossos corpos, mas, principalmente, nossas almas. Numa dessas vidas de poucos acertos, padeci da morte em vida aprisionada. Nada fazia mais sentido, nem o dia, nem a noite, tampouco a mudança das estações fazia diferença, pois eu vivia a escuridão constante, porém, algo havia que me fazia lembrar que ainda existia em mim humanidade, não naquele corpo, mas na alma que dentro dele habitava, era o perfume que exalava uma certa flor que só se abria durante a noite. Da minuscula janela do carcere, eu podia, as vezes, ver a lua clareando a noite e no ar o doce, marcante perfume daquela flor que me fazia lembrar, de certa forma, que Deus ainda existia, que além daquela escuridão, algo de muito bom e belo ainda existia e assim eu me sentia um pouco humana. Um dia, livre daquele corpo, certamente eu visitaria o jardim e buscaria pela Dama da Noite que me fazia companhia e que não permitia que me esquecesse completamente de mim e de Deus".

Pomba Gira Dama da Noite

Annapon


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagem em destaque

A Missão das Quatro Estações

Olá amigos leitores do "A Alma das Coisas"! O blog está com uma novidade, romance mediúnico totalmente gratuito e publicado, ...

Pesquisar este blog

Carregando...